Início | Cantinho Rasta | Música no Rádio | Ras.Bhenda | Fotos | Contacto
Última actualização:

domingo, 15 de novembro de 2009

Nascimento da Luana


[leia mais...]


Há coisas que nos mudam de dentro para fora, ter um filho é assim, e aprendi bem o que isso era, o que eu não esperava era o "baque", que foi ter outra filha, onde eu pensava que era mais do mesmo, a Luana mostrou-me tudo o que de diferente se pode fazer numa segunda vez, tornando-a tão memorável como a primeira... aliás tornando-a incomparável... É o seu espaço, a sua maneira de mostrar o mundo a nós que já cá andamos há "tanto" tempo!

Obrigado ao Mais Alto, por todas as bençãos que me deu e me continua a dar.

Jah Bless

[leia menos...]

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

O que é uma Cesariana?

Amanhã ao meio-dia...

Ah pois é... isto da vida é assim, quem te disse que estás nesta vida para te preparar, para planeares com calma, para que as coisas se passem como muita pausa? A calma e pausa, está na maneira como encaramos a correnteza que se nos depara pela frente, pelo menos hoje é o que me parece! [leia mais...]


Eu sempre fui do tipo que gosta das coisas bonitas, bem feitas, e limpinhas... um anal retentivo (prós psis que por aqui abundam) ou um armado-em-mete-nojo (para todos os outros), mas a que melhor me descreve sem dúvida é o "Pi-Menos-Alfa-Sobre-Dois"... mas já perdi o fio à meada... espera lá!

Ah!, já sei onde ia, ia explicar o porquê do título deste micro-fast-post... É que hoje estivémos na consulta da Obstetra e ela não perguntou... simplesmente declarou! Amanhã ao meio-dia... Amanhã ao meio-dia ajudaremos a vossa filha a nascer!

Amanhã ao meio-dia...
Amanhã ao meio-dia...
Amanhã ao meio-dia...
Amanhã ao meio-dia...

Caramba... há nove meses à espera disto e agora parece uma bomba...
[leia menos...]


Amanhã ao meio-dia...
Jah Bless

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Sorrisos (O que é que eu queria da vida... parte 3)

Mas ninguém vive sozinho, e o calor de um sorriso pode enxugar um rio de lágrimas...

Os sorrisos, mudam tanta coisa. Os sorrisos secam lágrimas, desmoronam rochas de indiferença, acalmam tempestades de fúrias... Para mim foi um sorriso que mudou tudo!

Eu tínha-me afastado das pessoas, sofria, tinha-lhes raiva, não havia nada que me ligasse a eles, passava todo o tempo de cara fechada, defendia-me deles, mas quando nesse dia olhei para ela... ela sorriu!
[leia mais...]


A Lena era uma rapariga da minha turma que morava perto de mim. Lembro-me de um dia de chuva (naquele tempo ainda chovia em Outubro!... outros tempos) em que fomos practicamente lado a lado, e só quando chegámos à escola, e percorremos o mesmo corredor é que me apercebi que éramos da mesma turma.

Depois, foi um seduzir inocente, um cativar de alma, ela sorria, falava comigo, e a pouco e pouco aquele sorriso foi sarando a minha alma, a pouco e pouco as palavras e gestos foram construindo pontes que me trouxeram de volta a mim próprio, para fora da minha depressão, da minha autocomiseração... permiti-me sentir de novo... e um dia não sei bem quando reparei que já estava a sorrir.

Acho que a Lena não sabe, e nem se apercebeu de que foi um anjo que mudou a minha vida, que a sua maneira de ser, gentil, carinhosa, voluntariosa, sensível foi a única coisa que me tocou e me puxou do buraco onde estava. Ainda hoje pensar nela, enche-me de emoção, porque ela é a prova para mim de que é possível, de que o toque de outro ser humano é terapêutico, é cura, de que o sorriso do coração é transformador, de que a ponte entre os seres é o caminho... [leia menos...]


Obrigado Lena

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

O que é que eu queria da vida... parte 2

Um passeio de 3 amigos aos muros da Cidade Universitária veio trazer-me o fim do mundo, quando os meus planos desmoronaram e fiquei apenas com os cacos...

Pois é, o menino que sempre tinha tido boas notas, que nunca sequer tinha posto a hipótese de algo diferente do que ir para a faculdade, estudar biotecnologias, descobrir o código genético, e outras coisas, embateu contra uma parede. Uma parede na Reitoria da Universidade de Lisboa que dizia "Não colocado". [leia mais...]


Aquele foi o meu mais terrível confronto com o fracasso... não entrei... Ri que nem um perdido por não ter entrado, gozei com o meu amigo por ele ter entrado... Mais tarde olhava enquanto o via a entrar numa vida de faculdade, elogiado por todos, invejado por um... eu! Em casa passei de bestial a besta...

Não sabia fazer mais nada, por isso decidi voltar para a escola, a dor da rejeição e do fracasso faziam-me olhar para tudo de maneira diferente. Já não ria, nem sequer sorria. Rapei o cabelo.

Olhava para os colegas que eram um ano mais novos que eu, e pareciam-me a anos luz de mim. Caramba, que sabiam eles do tormento que eu tinha passado! As longas horas de estudo, a incerteza, tão perto da adultidade... Não eles não sabiam. Andavam de "cueiros", debatiam-se com as notas do 12º. Não sabiam nada!

Os meus dias eram assim preenchidos pela amargura, afastei-me da minha velha vida, amigos, lugares, hábitos. Evitei tudo o que me lembrasse do meu fracasso, mas cada vez que ia para a escola voltava a saborerar a derrota, era um fraco, um incompetente que nem sequer tinha entrado na faculdade.

De vez em quando falava com o meu amigo, ouvia as suas histórias, as festas, as pessoas, o conhecimento, outra dimensão de vida, e eu... aqui.

Mas ninguém vive sozinho, e o calor de um sorriso pode enxugar um rio de lágrimas... (continua)
[leia menos...]

terça-feira, 6 de outubro de 2009

O que é que eu queria da vida...

Ui... comecei por escrever o título, e acho que já fiquei enrascado... Quer dizer, posso sempre responder coisas simples, como: felicidade, saúde, amor, prosperidade... Será?!...[leia mais...]


Durante muitos anos a minha vida tinha uma direcção inequívoca. Queria ser médico! Um desejo igual a ser astronauta, ou bombeiro, não fosse o facto de no mesmo momento em que verbalizei esta vontade, alguém me respondeu que o meu pai tinha sido um grande médico, que toda a gente gostava dele, ("como seria bonito eu seguir as suas pisadas!", pensava eu).

Tenho consciência que essa foi a minha primeira grande escolha. Deixou de haver espaço para outras opções, nem letras, onde me perdia horas a ler e a imaginar; nem desporto, onde evoluía sempre de maneira notávle; nem música...nada. Aos 5 anos já sabia para onde ia. Fui afunilando, de médicina a química aplicada às biotecnologias, do estudo dos homens, ao estudo do microhomem. Tudo era claro e simples, nunca chumbei, nunca hesitei na escolha das minhas áreas, a confusão que outros sentiam éra-me estranha... como podiam não saber o que queriam fazer... Não é que quisesse ser o melhor aluno, apenas já sabia o que fazer... e as aulas não eram assim tão difícieis.

Um passeio de 3 amigos aos muros da Cidade Universitária veio trazer-me o fim do mundo, quando os meus planos desmoronaram e fiquei apenas com os cacos... (continua)
[leia menos...]

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Maravilhosas... Hoje e Sempre

Todas as pessoas em algum momento da sua vida já foram maravilhosas para alguém. Isto é um facto, tão verdadeiro como também, em algum ponto desse mesmo percurso já todas foram sacanas ou ruins. Luz e Sombra, Água e Fogo, Terra e Ar, cada ser é um todo e encerra dentro de si a dualidade, primeiro passo para a totalidade. [leia mais...]


Se cada um de nós é ambas as coisas, podemos escolher o que queremos lembrar de cada pessoa, podemos escolher quem é a pessoa que estamos a ver, e por isso essa pessoa pode ser maravilhosa ou terrível... Sendo assim para quê recordar os outros pelos erros que fizeram? Cada um de nós já tem erros que chegue, sem ter que arcar com os erros dos outros... assim, vou (tentar) lembrar o que de maravilhoso cada pessoa me deu...

[leia menos...]


Jah Bless!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Luana...


ImageChef Word Mosaic - ImageChef.com


Luana: Palavra de origem africana que significa"de Luanda". Variante: Luanda.

Nome de pessoa bastante intuitiva e perceptiva das situações de perigo, como se contasse com um radar. Ela é fiel e exige fidelidade em troca.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Vale a pena...

... ficar de olho nesse blog!

"O cantinho da boa onda, da boa disposição. Aquele sítio que nos faz entrar de férias, e descontrair do stress de todos os dias. Ideal para relaxar. Sem obrigações."



Estão curiosos em saber que blog fantástico é este? [leia mais...]


É o meu... sim, este mesmo, aqui, este mesmo que vocês esão a ler... Uau... impecável... obrigado...

E porque a alegria, a bondade, a felicidade e o amor podem ser distribuidos sem permissão, aqui vou eu!

1- Imagem do Selo...

2- Quem me enviou
http://chezcaluda.blogspot.com

3 - Indicar 10 blogues da preferência;
Vou precisar de tempo para escrever esta...

4 - Avisar os indicados e publicar as regras;
Com prazer!!!!

5 - Conferir se os blogues indicados repassaram o selo e as regras.
Pica miolos!!!
[leia menos...]

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Ressaca...

De volta ao trabalho, e estou deprimidíssimo, não pelo trabalho que abraço com prazer, porque felizmente faço o que gosto... Mas por aquilo que tenho que deixar...
[leia mais...]


... as saudades que tenho da minha filha, da minha esposa, dos tempos idílicos que foram acordar ao lado deles, planear o que fazer, as birras, as zangas, o riso delas, o saber que a qualquer momento os poderia tocar e abraçar.

É verdade que não estou assim tão longe, é verdade que são apenas algumas horas, mas há mais, é uma distância psicológica que doi no coração. Hoje deixei um desenho na cabeceira da minha filha, desenhando-me a mim e a ela e o laço que nos une, rodeado de toda a gente da família, gatos, mãe, irmã, etc... mas terei que esperar até ao final do dia para ter um abraço, e o beijinho foi via telefone. Até lá ficarei em ressaca de beijos e abraços.
[leia menos...]

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Coisas Novas!

A modos que cada dia que passa, vou sendo confrontado comigo mesmo com a pergunta se quero ou não continuar a blogar, se quero continuar a comunicar, a falar... porque é que adio cada vez mais a hora de escrevinhar algumas linhas.
[leia mais...]


Bem, acho que algumas das grandes mudanças da minha vida se deram assim, meio de repente...

"(...) a máquina de cabelo avariou, vou deixá-lo crescer" (1994)

"(...) sim, porque não experimentar ter uma relação séria" (1997)

"(...) musica é fixe, gostava de se dj" (2002)

... e a cada dia que passa percebo que sou uma pessoa de impulsos, de momentos, gregário, que muda quando... bem, essa parte ainda não percebi 100%, mas acho que muda quando a atenção é atraída para outro lado.

Mas não é apenas isto. Quando comecei o blog, havia uma coisa que mexia comigo, era o não conhecer as pessoas, o poder escrever não por mim, mas por quem eu ensaiasse ser. Com o tempo, as pessoas conhecem-se, nem que seja pelo ritmo das letras, e acostumamo-nos a ser o que temos sido. Como recuperar essa magia? Nunca transpondo a barreira da voz? da imagem? O melhor era ser corajoso e ser quem eu quiser, sem desculpas, subterfúgios ou esquemas. Hoje sou assim, amanhã assado!

Mas então porque não ser assim sempre, porquê num blog? Se quero apenas comunicar, porque não o twitter, facebook, ou tantos outros, porque o blog?...
[leia menos...]


Sei lá...
A ver vamos...

sábado, 27 de junho de 2009

O meu Blog é um amor?...

prémio da Lita

Este prémio...
O teu Blog é um amor!
É em primeiro lugar uma grande honra, que espero continuar a merecer. Agradeço à Lita que me considerou digno, e mando-lhe um grande beijinho.

Em segundo lugar quero dizer que... O MEU BLOG É MUITO MUITO MUITÍSSIMO MACHO!!, eu devia era receber um prémio a dizer "Blog do Camano!", ou então o "Blog G'anda Maluco!", ou o espectacular "Blog Filha da Mãe de Machão!"...

Então, dada a dica, e dado que ainda não recebi uma prenda de anos de uma certa pessoa, gostaria de me candidatar ao
O teu blog, é feio e cheira a cavalo!.
Tenho dito... e fico à espera!

Quanto a este prémio (e estou mesmo contente!)as regras parecem ser as seguintes:

  1. Dizer as 5 pessoas mais importantes para mim

  2. Indicar 10 blogs merecedores do prémio

  3. Dizer quais as nossas séries favoritas


querem saber as minhas respostas? [leia mais...]

  1. Dizer as 5 pessoas mais importantes para mim
  2. A pessoa Família, a pessoa Eu, a pessoa Amigos, a pessoa Colegas e a pessoa Vida.

  3. Indicar 10 blogs merecedores do prémio
  4. Acho que para ser um amor, tem de ser mesmo fôfo... e por isso não tenho 10, mas tenho alguns que são mesmo mesmo fofos!
    Mariana
    Tara Lia's Adventures
    Dany
    Este post da Lua
    Este post de Lêr é viver
    Este post da Golden Girl - Quitutes
    Do que a Mamã sabe fazer

  5. Dizer quais as nossas séries preferidas
    • Preferidas são: Anatomia de Grey e Irmãos e Irmãs

    • Obrigatórias (a filhota obriga): Winx Club, Storm Hawks, Huntik, Miffy, Ilha das Cores, etc...

    • Mas também curto: The Riches, The L Word, One Tree Hill, Kyle XY, Dirty Sexy Money, Private Practice

[leia menos...]

OK... agora já chega de bloguices e 'bora masé cortir este Sábado!!!! 'Nooooocaaaaas anda, vamos sair!!!!

Na falta de inspiração...

Para a Sayuri

Bem, ultimamente não tenho andado nada inspirado para estas lides de "blogs", em parte porque voltei a trabalhar e isso, juntamente com as mudanças no serviço, tem-me ocupado bastante tempo. Nem tenho feito música como podem ver em rasbhenda, nem aquilo que eu chamo de "Blog Tunning!", que é das coisas que mais gosto no bloguismo (sim, tanto como de escrever!).

No entanto no meio dos meus posts mais tranquilos, a minha duplamente amiga Sayuri pediu-me um desenho para ela. Foi um prazer, não sou grande designer, e por isso demorei cerca de 4 horas a fazer este simples logo/picture profile/prémio...

Como não há bela sem senão, e como já lhe tinha prometido um desafio apenas para ela, aqui vai:
[leia mais...]

Desafio da Amizade

Imagem para Sayuri, feita por Lopes

Este desafio, celebra a amizade, qualquer amizade, profunda, superficial, simples, complicadas, passageiras, momentâneas, eternas, etc... o que interessa é eternizar um pequeno gesto de amizade...

  1. Dedica qualquer coisa a um blogger qualquer (só não pode ser a quem te mandou!), pode ser um desenho, uma poesia, um post, um abraço, um almoço, um conselho, ou até mesmo muito dinheiro... o que é não interessa, apenas tens de "pass it forward"

  2. Faz um post sobre a amizade (para os mais preguiçosos pode juntar a regra 1 e a 2 de uma só vez!!! lol)

  3. Partilha um grande acto de carinho/amizade/perdão que tenha recebido (Para os muitíssimos preguiçosos, podem condensar num só post as 3 regras!!)

"Ok, espero que gostes, e que te divirtas... se quiseres podes passar este desafio a outros, senão podes guardá-lo para ti. É teu e por isso como qualquer prenda faz o que gostares mais!" - Henda Vieira Lopes

A Sayuri sayu-se muito bem neste desafio, aconselho vivamente Este post da Vôo da Fénix.
[fim.]

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Colóquio Rastafari na Lusolândia

Hoje vou ver uma exposição motivada pelos 50 anos volvidos da passagem de Haile Selassie I por Portugal.
Como alguns saberão, a coroação de Ras Tafari Makonnen, terá preenchido a profecia de um líder espiritual negro vindo de África, profetizado por Marcus Mosiah Garvey, dando um empurrão exponencial ao movimento conhecido como Rastafari.

Para quem quiser saber mais...
COLÓQUIO RASTAFARI NA LUSOLÂNDIA – NO CINQUENTENÁRIO DA VISITA OFICIAL DE HAILÉ SELASSIÉ A PORTUGAL, 1959-2009

Nova foto de perfil

Como não tenho tido muito tempo para o Blog, aqui vai a única coisa que fiz... mudar a imagem de perfil...

segunda-feira, 22 de junho de 2009

Rastamia

produced by http://www.transnationalproductions.com/

Um vídeo muito interessante sobre a cultura rastafari, e o seu impacto na consciência Pan Africana. Só para quem quiser saber mais!

De volta à oficina da formiguinha!

Acabou-se o que era dôce... durante uma semana tive dias não dedicados ao stress, pude pensar e viver uma qualidade de vida diferente... agora volto ao trabalho, mais forte e com esperança de mudar as coisas da minha vida... tornar o trabalho escravo de mim, e não ao contrário!

Axé!

domingo, 21 de junho de 2009

Não sou africano

Estou mais calmo... De facto vivemos no paraíso, e como Jah falou, neste Jardim o Homem terá tudo o que precisa.

Foi-me dito que para ser africano, é preciso ter nascido em África, ter vivido em África, ter pais Africanos, ter côr Africana... e que por isso eu não sou africano, não preencho todos esses requisitos.

É verdade! [leia mais...]


Raiva banhou a minha vida... como é que me podem desdenhar assim!
Para os angolanos sou português, para os portugueses sou angolano, para os Lusodescententes nascidos em Angola, eu sou ainda menos angolano que eles!

Durante anos lutei para convencer a todos que eu era africano, queria ir a festas angolanas, queria gostar de comida africana, queria ser promíscuo como os homens angolanos, mas por mais que fizesse nunca sentia a aceitação, nem a "deles" nem a minha.

Com o tempo fui percebendo que só possuo a minha alma, espiritualmente ligado a todos, sou uma semente com a Doce Missão de Crescer na Luz do InI Caminho. Compete-me a mim nutrir esta semente com Amor e Paz. Este africano que procurava... eu não sou, porque eu não o conheço... é o kuduro? É o calão? É a guerra fratricida que ceifou o meu pai? É a soberba nacionalista? É Angola, Cabo Verde, Togo, África do Sul, Nigéria, Marrocos... não sei, e de facto não me revejo em nehum!

Revejo-me noutros símbolos e vivências: o amor à terra e às pessoas, uma visão cosmogônica mais ecoconsciente, o valor da família, as expresões artísticas, o sorrir no meio da adversidade, a comida, o canto...

Tudo é um, e uma coisa não existe sem a outra, fazer e ser são como o Ying e o Yang, não existem separados.

Para descobrir o meu africano, a transformação das minhas acções teria de vir como uma consequência da minha expressão interior. Descobri-o quando comecei a fazer capoeira, quando bebi da fonte rastafari, quando nasceu a minha filha...

O Africano que escolho ser, é o de alguém que traça a sua origem a África, e que pertence à Raça Humana. África não é para onde vou, mas sim de onde vim. O meu caminho é para a Vida, para o compromisso da Criação, para a Paz e o Amor.

O maravilhoso da Perfeição da Criação, é que precisei de separar para poder juntar, precisei que me afastassem de África, para a poder encontrar, precisei que me despojassem de identidade para poder encontrar a minha Alma. Agradeço aos Anjos que me desafiaram a iluminar o meu caminho. Namastê.

...vivemos no paraíso, e neste Jardim o Homem terá tudo o que precisa. Assim é.
[fim.]

sábado, 20 de junho de 2009

Ex-Teste 3 e Actual Andy "tás cá dentro!"

OK... este post é para a Andy... acho que é a nossa blogger mais divertida, e a mais fiél seguidora deste blog... até mesmo quando estou a fazer os testes, ela não se esquece de nos dar um bocadinho do seu humor e boa disposição. Andy... "tás cá dentro!"... e é por isso que te dou o primeiro prémio feito por mim... o prémio boa disposição... qual é a regra... fácil, tens que dar pelo menos uma gargalhada por dia, e encontrar pelo menos 3 coisas por que possas agradecer!

Diverte-te!...
porque a mim tens-me divertido imenso com os teus comentários!... obrigado pelo apoio!!!

Namastê

oferecido a http://andy-luaprateada.blogspot.com/

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Fim de Dois Dias de Testes...

Ok, acabou... por 2 dias, tenho andado aqui à nora, a tentar uma coisa fantástica. Para quem tem cá vindo, tem percebido a confusao em que me encontro, mas uma das minhas características é sem dúvida a obsessividade e foi por isso que... [leia mais...]
(...) fiquei estes dois dias a tentar realizar este truquezito. É que tenho posts enormes, e quando sao muito grandes, quase nem consigo perceber onde acaba um e começaoutro, e por isso procurei uma soluçao... deu-me um trabalhao imenso, mas na BlogUniversity lá consegui encontrar o que precisava... para os que estao interessados no efeito, podem seguir o link aqui, ou nos meus BlogTools (procurem porque eu estou sempre a mudar as coisas de sítio... lol!)
OK, obrigado pela paciencia, e espero que o site volte ao seu normal entretanto... Tásse bem!!!!

InI Namaste
[fim.]

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Introdução a Rastafari (parte 4/4)

baseado e inspirado pelo artigo
"An introduction to Rastafari by Ras Charles and French Dread".



A via Rastafari e os seus Símbolos.

Como qualquer espiritualidade, Rasta tem as suas próprias tradições, e os seu símbolos... Dreadlocks, Ganza, as cores Rasta, a Estrela de David, etc. [leia mais...]

Dreadlocks: estes têm diversos significados. Em primeiro lugar, pertencem à história bíblica através do voto dos Nazarenos, que proibía o cortar e pentear o cabelo. (nota: Importa aqui assinalar que ter locks não faz da pessoa rasta, e o inverso também é aplicável, há muitos rastas que optam por cortar o cabelo). As locks ou mechas de cabelo evocam a aparência de raizes, as raízes do homem, da consciência, da espiritualidade, tornam-se um símbolo da sua interligação com Jah. Como dizia Marcus Garvey, “(...) um homem que desconhece o seu passado, é como uma árvore sem raíz”. As mechas também evocam o simbolismo da juba do Leão, e da ligação a Haile Selassie I, Leão conquistador da tribo da Judeia.

Cannabis: Também conhecida como Hemp, Marijuana, Kaya, Sensimilla, Ganja, ou”Healing of the Nations”, é um sacramento usado pelo Rasta. A lenda diz que a Erva Sagrada foi encontrada a crescer no túmulo do Rei Salomão, e o seu uso provém da Bíblia “(...) e comerás das ervas do campo (...)” (Genesis 3:18), “(...) e comam toda erva da terra (...)” (Êxodo 10:12), “Melhor é um prato de hortaliça, onde há amor, do que o boi gordo, e com ele o ódio.” (Proverbios 15:17), “Fazes crescer erva para os animais, e a verdura para uso do homem, de sorte que da terra tire o alimento,” (Salmos 104:14). Rasta usam Erva para meditar (simbolizando o Arbusto Ardente), para fins medicinais (exe. Asma), fins alimentares (as sementes são muito nutritivas), para fazer tecidos, roupa, sapatos e corda.

A Bandeira Rasta: O vermelho, amarelo e verde são as cores da bandeira Rasta. O vermelho simboliza o sangue do povo, o amarelo a prosperidade roubada, mas ainda presente, e o verde o Éden africano. A bandeira pode também ser vista durante celebrações coptas na Etiópia. Vários países africanos exibem estas cores na sua bandeira, sendo as cores pan africanas (Mali, Guiné, Etiópia, Benim, Camarões, Congo, Ghana, Togo, Senegal, Moçambique, Zâmbia, Ximbabwe, etc.)

A Estrela de David: A estrela de David é o símbolo da ligação entre HIM (His Imperial Magesty) Haile Selassie e David. Quando HIM faz o selo de Salomão com as suas mãos, podemos verificar que parece a estrela de David. O Rasta revê-se na história dos Israelitas em exílio na Babilónia. A estrela David é o símbolo de Israel.

O Leão Conquistador e o Cordeiro: Ambos simbolizam HIM Haile Selassie, de acordo com “Revelações” e a abertura dos 7 selos. Representam as duas faces da mesma realidade, Yin e Yang, Bom e Mau, Princípio e Fim, Alfa e Ómega.

[fim.]

domingo, 14 de junho de 2009

(Des)Tornar

Criação através da descontrucção. Acto de criar activamente um processo desconstrutivo que origina uma nova obra ou peça.
Não sei se vos aconteceu o mesmo, mas quando comecei a "blogar" havia uma febre de "postar", uma ansiedade de dizer tudo de uma vez, uma vontade de desnudar o vendaval que vai dentro de mim. Nessa altura escrevia para mim, para guardar dentro de um vaso electrónico os meus pensamentos, as minhas identidades.

Mas as coisas mudaram, e este blog "destornou-se" um desabafo, tornou-se um diálogo. Já não escrevo para mim, nem para vocês... escrevo convosco!

É bom, gosto de pensar que a vida dá-nos o que precisamos, da mesma maneira que o Jardim Encantado tinha tudo o que o Homem precisava, até mesmo a Maça que lhe iria permitir vivenciar a Criação no seu potencial, com tudo de "bom" e de "mau" que isso acarretaria.

Por isso a todos os "tus" que juntos são o Eu, obrigado, e... escrevamos!

Respostas

Muitas vezes falamos com as pessoas, tentando dar-lhes conselhos, e acabamos por perceber que as palavras servem mais à nossa própria vida do que à de outros, afinal de contas, tudo o que vivemos reverte para nós e é uma grande liçao. Agradeço ao meu amigo Nuno por me "devolver" mais uma liçao de vida...

"Eu sinto uma afinidade muito grande pelo movimento rastafari, este nao é mais do que uma tentativa de nos re-ligarmos com o Divino. Mas penso que o mais importante, aquilo que realmente muda a nossa vida é a Fé. A Fé inabalável de que todos, independente de raça, credo, cor, religiao, sexualidade, passado, etc... todos merecemos ser felizes, todos somos abençoados, todos somos escolhidos.
A Vida é o testemunho do Seu trabalho. O Milagre da Criação."

Tem Fé amigo... Nao há mal que sempre dure!

Introdução a Rastafari (parte 3/4)



História e Profecia.

O nascimento do movimento rastafari pode ser oficialmente datado de 2 de Novembro de 1930, quando o Príncipe Ras Tafari Makonnen foi coroado Imperador da Etiópia e adoptou o seu novo nome Haile Selassie I. [leia mais...]

Este não foi para muitos um acontecimento fortuito. Um ano antes, Marcus Mosiah Garvey, na Jamaica, teve uma visão profética, dizia que um rei seria coroado em África (não esquecer que nesta altura, apenas a Etiópia se mantinha autónoma da colonização Europeia de África).

Após a coroação de Sua Majestade Imperial Haile Selassie I (Poder da Trindade), muitos se viraram para a Bíblia em busca de sentido e confirmação. Encontraram-na nos salmos: “Um principe virá do Egipto, e a Etiópia em breve tocará Jah”. A profecia tinha sido cumprida, e estes foram os primeiros rastafari.

Além de carregar o título de “Rei dos Reis, Senhor dos Senhores, Leão conquistador da tribo de Judeia” presente em “Revelações”, Haile Selassie I é o 225º descendente do Rei Salomão, filho de David e da Raínha de Sabá, esta sincronicidade entra a vida de Haile Selassie I e a Bíblia fundamentou ainda mais junto dos primeiros rastas a noção de que Haile Selassie I era de facto o Salvador.

Estes Rastas da Jamaica, vinham dos piores bairros de lata, e eram frequentemente espancados, perseguidos e aprisionados. Mas foram os que lançaram as fundações deste movimento da diáspora africana, que iniciaram o resgate do orgulho e da identidade africana. Por isso são, e devem ser, até hoje reconhecidos e honrados como a vanguarda de resistência africana, que permitiu o desabrochar da filosofia Rastafari.

Se nos anos ’30 ou ’40 o movimento vivia uma calma aparente, nos anos ’50 a ’70 confrontou-se com a crescente perseguição das classes médias e altas da sociedade Jamaicana. Rastas eram considerados proscritos fora-da-lei. Por seu lado o Rasta encarava a sociedade Jamaicana como a Babilónia, símbolo do “mal” e do desequilíbrio. A sociedade era o opressor, não era o seu lar mas sim o cativeiro de um povo roubado de sua terra e identidade. Enquanto não houvesse regresso a África (Êxodo) não haveria paz.

Apesar da opressão da sociedade Jamaicana, da polícia, dos média, e mesmo da população em geral, as ideias do movimento atravessaram fronteiras, expandindo-se pelo Caribe, Estados Unidos da América (ajudadas pelo movimento do Black Power Protest "Poder Preto" nos anos ‘60), e em especia pela Inglaterra.

Em meados de ’70, o movimento viu a sua imagem mudar radicalmente graças ao impacto do Reggae e do seu maior representante... Robert “Bob” Nesta Marley.

Hoje são muitos os que aceitam Rastafari, mas ainda há muitas cabeças (Ras) que temem o julgamento da sociedade e do seu irmão. Outros lutam para viver a sua via.
[fim.]

sábado, 13 de junho de 2009

Introdução a Rastafari (parte 2/4)

baseado e inspirado pelo artigo
"An introduction to Rastafari by Ras Charles and French Dread".



O que é Rastafari...

Rastafari é uma leitura teológico-filosófica de raízes católica e afrocêntricas que religa e integra Homem e Deus. Vejo Rastafari como um movimento de Africanos (todo aquele que se identifica com África), que identifica África como o Berço da Criação. [leia mais...]

África sempre teve um papel central na história religiosa, cultural, científica e tecnológica do Homem. Simbolizada nas Escrituras como Etiópia (I-tiópia), África é um polo emocional para muitos africanos, chamando para a terra dos nossos antepassados, esses, retirados à força há mais de 500 anos pelo Tráfico Negreiro (Maafa), o Holocausto Africano.

Este chamamento é insuportavelmente pungente no Rastafari. Para Rasta é importante que o “Povo Preto” saiba da sua origem, e da sua história, para que possa desenvolver um sentimento de africanidade, orgulho e integridade. África é nobreza e o Africano é seu filho. A ninguém precisa jamais o africano de servir ou admirar.

África é património da Humanidade, não pertence ao africano, pelo contrário, é este que lhe pertence, e é aí que reside o seu orgulho, a sua identidade. Urge recuperar a cultura africana, pois foi denegrida, desmantelada, humilhada e escondida durante muitos séculos. Agora compete ao africano reclamar a sua herança para que possa dar o seu contributo para o Advento de uma Nova Consciência Global.

Vejo Rasta como um Guerreiro Sagrado, ao serviço de África, numa luta pela reconstrução de África, e pela redenção do Homem. Vejo Rasta como um Arquitecto Sagrado, como uma parte da Parede-Mestra que suporta a Harmonia entre os Homens.

Para tal, Rasta não deve lutar contra a Babilónia através das suas armas e munições, mas sim pelo resgate do seu poder ancestral, poder escondido na cultura e no subconsciente colectivo do africano. Munido desse poder, Rasta poderá trazer a união e construir a via que transforma o sofrimento que a Babilónia impõe, sofrimento que nos impede do progresso e da iluminação.

Esta visão afrocêntrica não responsabiliza o “Povo Branco” (ou de qualquer outra côr) pelos males, pois somos todos filhos de Jah. Mas no nosso seio Babilónia prospera, perturbando o Santo Equilíbrio. Babilónia são as barreiras que impomos à nossa felicidade. Babilónia é a divisão entre os Homens. Por isso rasta evita os “ismos” porque qualquer categoria divide, e deixa algo de fora. Rasta luta pela libertação do Homem, “O Povo Unido jamais sera vencido!”

“We are but One... I and I”
[fim.]

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Introdução a Rastafari (parte 1/4)

baseado e inspirado pelo artigo
"An introduction to Rastafari by Ras Charles and French Dread".


O Objectivo e o "Porquê" da Via Rastafari.

Olhemos para Jah, para Deus que escolheu o Homem para que este tivesse um lugar singular e único em toda a Criação. Ao Homem foi dada a Razão e a Inteligência.

Vivenciemos Deus com Confiaça e Fé. Não estamos nem sós, nem contra a Criação, esta é a Sua Obra e nós somos parte dela, olhemos para dentro das nossas almas. Estamos fadados à transcendência. Tornar-nos-emos maiores do que algumas vez fomos, cresceremos em espírito, em coragem... na vida e na Vida.

Nas palavras de Hailé Selássie I:

"Há que suplantar a vivência mesquinha. Mesmo que o peso da história nos tente esmagar, não daremos a nossa dedicação ou aliança a nenhum país ou nação, mas sim ao homem nosso irmão, para assim nos tornarmos membros de uma nova raça: A Raça Humana."

domingo, 7 de junho de 2009

Eu sou a Luz e quero Iluminar...

oferecido por Andy

Eu sou Luz e quero Iluminar...

... o caminho de InI.
Banho-me na Luz da Consciência e na Sombra do Mistério.

Jah Bless.

Atribuo condecoração aos blogues que iluminam a estrada da minha vida.
Quando por eles passo, sinto amor, paz, sabedoria.

Ler é viver
Este é um dos blogs que me tem impressionado mais ultimamente. Com o desafio para Saramago, à beleza com que as suas palavras trilham quilómetros de "papel".
Por isto e mais...
http://lendosempre.blogspot.com/

Sayuri
Sei quem és, mas não te conheço, porque és como infinitas camadas que me surpreendem, é bom conhecer mais de ti...
http://o-voo-da-fenix.blogspot.com/

Wonkabeats.Com
Este blog impressiona-me pela qualidade dos sons, e por recusar cair na tentação fácil de criminalizar a música distribuída pela internet. Este artista distribui os sus albuns online e mesmo gratuitamente. Verdadeiramente Democratizador!
Pela inspiração...
http://wonkabeats.blogspot.com/

Pequenos Pormenores
Ui... um gigante das palavras, sei que já tens este prémio, mas a tua luz é grande demais para a esconder.
Por tanto...
http://deambulando-no-sentir.blogspot.com/

Quitutes
Eu pratico rastafari, ela É rastafari, aquele sorriso, simplicidade. Agarrada à vida, imersa nela. Nada de "porras" pura adrenalina.
Golden Girl Forever!
http://quitutes-da-ari.blogspot.com/

As regras criadas por quem começou a corrente são estas:
1) Completar a frase "Eu sou Luz e quero Iluminar..."
2) Deixar um aviso de recepção a quem enviou o prémio.
3) Passar o selo a cinco blogues que consideremos blogues de luz.

sábado, 6 de junho de 2009

A Flor Máis Grande do Mundo

Sugerido por Solange

A Flor Máis Grande do Mundo
baseado em "A Maior Flor do Mundo" de Saramago

se quiserem saber mais sobre este vídeo,
consultem a Solange no Ler é viver, ou então sigam este atalho!

Ler é viver


Apetece-me falar deste blog. Ler é viver, é um blog que desfolho, uma descoberta de pedacinhos e pedações em que vou encontrando prendas aqui e acolá. Porque é que estou a escrever sobre ele? Talvez porque nos últimos dias senti muito intimamente a força dos seus pensamentos pelo trilho das suas palavras. Os "tus" que são "nós", a importância e a magia das palavras!

Agora vou seguir a proposta da Solange, e ver "A Flor Mais Grande do Mundo" com a minha filhota! Estive a espreitar um pouquinho e parece-me fantástico... um kandando para as "meninas e meninos" do Ler é viver.
(nota: Adoro a imagem do vosso blog, estive a brincar um bocadinho com ela e voilá! Espero que não se importem)

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Bichos da seda

Bichos da Seda... nunca tive nenhum!

Não é que na realidade não gostasse, até aposto que se tivesse tido teria achado o máximo. Não... acho é que passei ao lado de imensas experiências infantis. Não sei se foi de uma inocência e timidez que me perseguem até hoje, ou de simplesmente desobedecer claramente à frase:
"Pelo amor de Deus sai do quarto e vai brincar um bocadinho lá para fora!"

Acho que desde sempre fui caseiro, nunca fiz grande questão de sair, e quando o fazia era para ir para CASA de outro amigo. No fundo sou como esses bichinhos da seda, ficam ali a comer, a comer, naquela caixa de sapatos, e nunca reclamam. Quando por fim se tornam borboletas, e podiam viajar e ver o mundo... optam por ficar a por ovos e ali ficam.

Assim sou eu, tanto tempo a "comer", a engordar para agora que sou uma borboleta continuar preso na minha caixinha de sapatos. Toda a vida vivi nesta linda caixa castanha, porquê mudar agora, porquê por em causa tudo isto? Talvez seja melhor por aqui ficar!... mas à noite os pesadelos atormentam-me, falam-me de prados, flores, sol... qual é a verdade... qual é a MINHA verdade?

sábado, 30 de maio de 2009

Depressão

Estar triste não é bom, mas às vezes é preciso.

Reflectir
Reestruturar
Reconstruir

Tudo é obra do Divino, então também os sentimentos negativos são ferramentas essenciais para o nosso desenvolvimento.
Procurar o equilíbrio entre as forças, não viver polarizado, mas sim na fusão com o fluir.
Beber de todos os cantos da Vida... é assim um dos muitos caminhos possíveis.

Seelah!

O cérebro, visto por dentro...

Vejam isto e comentem.... vale a pena!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

5 momentos da vida em "slow motion"

criado por http://www.wordle.net

Wordle: 5 coisas em câmara lenta

5 Situações da nossa vida...

... desafio de Lita


A vida vai nos dando grandes desafios, mas por vezes somos nós que desafiamos a vida... Sô Dona Lita aceito o seu desafio...

5 situações da nossa vida que mereciam ser passadas em slow motion
Espero não cometer asneiras, por isso aqui vai! [leia mais...]



1- Esta eu não punha em câmara lenta, mas tatuava do lado de dentro da minha vista... o momento em que peguei a minha filha nos braços. Ela chorava incomodada por a terem concerteza obrigado a sair do seu refúgio idílico! Falei-lhe que estava tudo bem.... parou de chorar e olhou na direcção da minha voz... foi o momento em que senti que nunca mais poderia largá-la!

2- Um fim de tarde no alpendre de uma casa de turismo rural, surpresa da minha mulher, embora eu já conhcesse aquilo melhor do que ela... conversar, namorar, tocar, sentir, amar... ser feliz!

3- Um dia na escola estava a jogar basquete e estava em flow, e alguém me diz, que por ele não vou conseguir passar... driblei a bola... ele atento às minhas movimentações, teimava em não me dar espaço para passar... luta debaixo do cesto... até que sinto que o momento tinha chegado, fiz a chamada, elevei-me no ar... mas ele tinha antecipado o movimento e tentou subir comigo... esse ainda hoje vejo em câmara lenta quando os seus dedos tentaram em vão parar o mais poderoso afundanço que fiz na minha vida... magistral!!!

4- Um dia em que numa festa decidi mudar a minha vida e o meu destino dando o passo em frente quando toda a minha vida tinha ficado no meu cantinho. Beijei-a!

5- 16 anos. Uma tarde de Inverno. Sentir as lágrimas correrem pela minha face enquanto via a chuva no vidro do meu quarto. Há muito que não me sinto tão livre e limpo...


Como esta vida é feita de partilha, passo o testemunho a mais 5!
Arianams, steppebird, ContiNhas coloRidaS, Sayuri, Miss Smurfette
ok... já tá... Nao se esqueçam do prémio...

[fim.]

A Mariana vai ao médico!

Idade: 5 anos e 3 dias
Peso: 16,9 kg
Altura: 108 cm



Lembro-me quando a Mariana ainda estava na barriga, que encontrámos um local onde podíamos fazer a ginástica para o parto. Esse local chamava-se Bebé-Mamã, e ficava mesmo ao lado de nossa casa. O que nós não sabíamos era que estávamos a iniciar uma relação de amor com um espaço que sempre nos deu todo o apoio e acompanhamento.

Hoje já não moramos em Almada, mas ainda percorremos a ponte e outros quilometros para estar junto de quem nos faz sentir tão bem, e tão cuidados.

A Mariana foi à sua consulta de rotina dos 5 anos com a sua Dra., a Dra. Elisa Galo!!! A Elisa recebe-nos sempre com um sorriso, super atenta ao que perguntamos, sempre disposta a explicar o que não percebemos, e montanhas de carinhos para a Mariana.

A consulta parece uma brincadeira, num consultório que parece um parque infantil... transpira-se felicidade e bem-estar. Tudo está bem com a Mariana... a frase que mais vezes repetia quando lhe perguntávamos em pânico sobre algo... "Ah! Isso é perfeitamente normal", e, "Em casa onde há comida, criança não morre à fome!".

Ufa... o difícil não é trazer a Mariana ao médico... é tirá-la de lá!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

The Meaning of Reasoning

by Ras Mandingo jahson

Greetings Idrens and Sistrens,
I was wondering about the word "reasoning". That's something I feel happy I can exercise here. I was trying to find a word in Portuguese, and ended up building one, as I couldn't find one that I felt really represented this feeling.

When we translate, we actually make an interpretation, looking for ideas that can be compared. Reason (razão in Portuguese), the capacity that we all have to FEEL when something is right. We get to clearly SEE something that someone tells us, and we can confirm this in the very inside of our conscience. Reasoning, the action of being able to use one's reason. I thought about arazãonamento, in Portuguese, which doesn't really exist as a word. You do have arazoamento; this is the word in classic Portuguese, even though I don't FEEL it really transmits ALL I FEEL in the word reasoning.

Yes, reasoning is an art. Art is articulation, and so is reasoning. I guess one thing necessary for a person to be able to reason is that the person is humble, is striving to be free, free from mental bondages and slavery. This is a powerful exercise for the mind. Our mind gets stronger with that and as a result, we get to be able to RELATE to other people, strengthen the intimacy and the human relation with everybody.

I guess, this is one of the greatest treasures in Rasta Livity: Reasoning Process. Sometimes there are some fiery feelings, but, if the intention is of brotherhood, the differences can be exercised and the similarities can be strengthened. I give thanks and blessed love for the possibility of being here, daily (and nightly), virtually and still reality, reasoning and learning and growing and clarifying and demystifying... Yes RASTAFARI, NYABINGI I, EARTH RIGHTFUL RULER, Blessed be the power of revelation by Information and Inity.

Ras Mandingo Jahson

Posted: Friday, March 14, 2003 in
http://rastafaritimes.com/rasnews/viewnews.cgi?newsid1047677439,82598,.shtml

Fire Pon Babylon

por Ras.Bhenda, do Album "Talelenu: Olhai com atenção"

Nesta música podem ter o distinto prazer de ouvir a minha voz, pré e pós concerto Cascais Mesh... a música é uma brincadeira com o meu amigo Pedro "the Ska" Amador.

<a href="http://rasbhenda.bandcamp.com/track/fire-pon-babylon">Fire Pon Babylon by Ras.Bhenda</a>

p.s.: foi muito fixe conversar contigo no concerto Pedro... tens um "lero" muito massa, e uma cabeça muito à frente! Respect!

Música Automática

quarta-feira, 27 de maio de 2009

O que ficou de ti...

27 de Maio de 1977 - Moxico, Angola

Hoje é o dia do Fraccionismo em Angola. Por causa deste dia, milhares de pessoas lutam com o luto. Milhares perderam as suas pessoas. Eu perdi o meu pai.

Porque é que o perdi? Abnegação? Egoísmo? Coragem? Ambição? Idealismo? Ouvi histórias de bravura e tristeza, de vergonha e de raiva... mas são histórias, histórias que não me dizem quem o meu pai foi para mim, são histórias de outras pessoas, são momentos dele que habitam outros corações. Eu comigo nada carrego, nada tenho.

A minha filha entrou na minha vida e mostrou-me o poder do Amor. Sou pai, como foste antes de mim. O meu sentimento por ela, o teu sentimento por mim. Esse é o momento de ti que carrego comigo.

terça-feira, 26 de maio de 2009

Segredos

"Segredos de um Ras"

Infelizmente a intempérie a que os meus locks estão expostos não é a mesma que se estivesse na minha "terra", assim sendo tenho de combater a secura do meu cabelo e coro cabeludo com cremes. Este tem um odor maravilhoso a coco e deixa o meu cabelo mais forte e brilhante.

Recomendado!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

"Coisas"

inspirado por Lita (saiba porquê...)

O amor tem muitas linguas, muitos pensamentos, muitas coisas que não sabemos apontar... muitos Pequenos Pormenores que não queremos descurar.

Amor de pai e de mãe é inexplicável, aliás como todos os amores que valem a pena. Mas é um amor evitável... É possível não amar, é possível viver sem essa chama que nos tempera. Mas... para quê? Há "coisas" que apetece e dá gosto ter, há "coisas" que se procuram, pela qual se arrisca, pela qual damos um vida.

Há 5 anos atrás escolhi a minha "coisa".

Parabens Nanoca!

A minha filha faz 5 anos.

A minha filha tem uns lindos caracois, adora cor-de-rosa, diz que é douradinha, e que o pai é castanho e a mãe creme. Tem amigas reais e imaginárias, e namorados que não sabem que o são!
Adora ballet, dançar, cantar e brincar às mães com as bonecas, usando o pai como cobaia. É fixada em desenhos animados como as Winx, Minky Mellody, e Canal Panda. Já sabe ligar, usar e desligar o computador e usar o comando universal que a mãe ainda não percebeu como funciona. Gosta dos gatos, mas também os põe na ordem quando estes se sentam no seu lugar do sofá.

É dorminhoca durante semana e energica ao fim-de-semana, imita e defende a sua mãe em qualquer circunstância, acredita em fadas e gnomos, não gosta de dormir sozinha, sente-se uma princesa, tem 3 avós. Adora o tio que lhe lia livros (aliás foi a única pessoa a convencer o meu irmão a ler!).

Hoje faz anos e desde que apareceu na minha vida que tudo mudou, é a razão da minha fé Jah e... vai ter um irmão/irmã!!!

Por isso agora tenho 2 filhos lindos, uma faz 5 anos, e outro 14 semanas de gestação.
Obrigado Jah!

Lilypie 5th Birthday Ticker

domingo, 24 de maio de 2009

Hoje...

... Mostro a minha cara
Monstro de carne, aqui estou eu
Efusivo, alegre
Mais um passo numa busca em andamento
Mais perto de quê?
Sabes o que procuras?

video

sábado, 23 de maio de 2009

Leão Rasta

"O leão conquistador da Tribo da Judéia"

imagem tirada de
http://media.photobucket.com/image/lion%20of%20judah/sdut1/Lion-of-Judah.jpg

O Leão, é um animal de porte, e de nobreza. Usado na Bíblia para descrever Jesus Cristo como o "Leão da Judeia", evoca e empresta todo o imaginário arquetípico do chefe, líder, lutador, respeito, firmeza, ferocidade, agilidade, rapidez, destreza, aquele que faz tremer, etc...

Os locks de um rasta, também chamados de "dreads" assemelham-se à Juba de um Leão. Cada rasta é um rei na sua própria vida. Cada ser humano é um ser divino e rei de si. A nossa consciência cria a nossa realidade, o foco positivo cria uma realidade positiva e "uplifting". Assim podemos ser os Leões da nossa vida.

Hoji Ya Henda

"Leão do Amor"

Hoji Ya Henda é oriundo do Kimbundo. Hoji representa a ideia de Leão, Rei, Soberano, Chefe ou cabeça, semelhante ao que Ras poderia significar. Já Henda aponta para a ideia de Misericórdia, Amor ou compaixão. Poderia ser traduzido então como:

"Leão do Amor" (literal)
ou
"Aquele que lidera com compaixão"

Uma das personalidades a ter este nome, o "Comandante Hoji-ya-Henda[1]" foi José Mendes Carvalho. José Mendes Carvalho morreu em combate, aos 27 anos de idade, durante um assalto ao quartel de Karipande, do exército colonial português, no Moxico, em 14 de Abril de 1968. Em sua memória, o 14 de Abril passa-se a ser comemorado, em Angola, como o Dia da Juventude Angolana. O MPLA atribuíu a Hoji-ya-Henda o título de “Filho querido do povo angolano e combatente heróico do MPLA”.
(para complementar, consulte a wikipedia)

Haile Selassié - Discurso

"Discurso de Hailé Selassie às Nações Unidas em 1963"


"(...) That until the philosophy which holds one race superior and another inferior is finally and permanently discredited and abandoned: That until there are no longer first-class and second class citizens of any nation; That until the color of a man's skin is of no more significance than the color of his eyes; That until the basic human rights are equally guaranteed to all without regard to race;
That until that day, the dream of lasting peace and world citizenship and the rule of international morality will remain but a fleeting illusion, to be pursued but never attained;
And until the ignoble and unhappy regimes that hold our brothers in Angola, in Mozambique and in South Africa in subhuman bondage have been toppled and destroyed; Until bigotry and prejudice and malicious and inhuman self-interest have been replaced by understanding and tolerance and good-will; Until all Africans stand and speak as free beings, equal in the eyes of all men, as they are in the eyes of Heaven;
Until that day, the African continent will not know peace. We Africans will fight, if necessary, and we know that we shall win, as we are confident in the victory of good over evil.(...)"

His Imperial Majesty
Haile Selassié I
King of Kings
Conquering Lion of the tribe of Judah
Descendant of King David

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Jataí Capoeira

foto de Professor Sérgio Swedenborg e Formador BicaHenda (Nelson Capoeira... Jataí Capoeira era o nome da academia que ajudei a construir e manter. Sérgio Swedenborg era o seu mentor.

Jataí Capoeira professava um olhar diferente para a capoeira, era inspirada numa abelha sem ferrão, o que simbolizava claramente os nossos objectivos de união, trabalho, cooperação e NÃO violência. Sempre fomos um grupo pequeno porque o Sérgio tinha tido muita influências de filosofias orientais, e achava interessante introduzir isso na capoeira.
Muitos pensam que talvez fosse desvirtuar a capoeira, mas creio que no meu entender, era justamente o contrário, era mantê-la viva, e principalmente o legado de "melting pot" que a caracteriza.

Estou a falar de introduzir a meditação no final dos treinos, de perceber o papel psicológico, arquetípico e somático dos movimentos e figuras circulares, compreender a natureza da espinha dorsal e pontos vitais, atingir estados alfa, movimentação lenta (tipo Tai Chi), massagens, auto-massagens, etc., sem falar nos aspectos mais teóricos... Orixás, Energias, Prana, História, Chi, Energia Vital, etc... ainda lembro quando depois de uma aula de capoeira o Sérgio nos encarrega de fazer um trabalho sobre a influência da chegada da Corte Portuguesa ao Brasil, na Capoeira.

Jataí estava à frente do seu tempo, frequentada principalmente por uns quantos "carolas" e estudantes de Erasmus, e visitada por capoeiristas avançados, apelava a uma leitura mais profunda, não imediata da capoeira, não esquecer que falamos dos anos 1995-99, altura de grande proliferação da Capoeira nos media, desde publicidade, novelas, documentários, programas de intervenção comunitária, tudo usava a capoeira, e toda a gente a practicava. No entanto o que passava eram o corpos esculturais, os biquinis das meninas, e os mortais e figuras acrobáticas.

Jataí Capoeira optava por não dar isso, e consequentemente não atraía quem isso procurava, atraía quem já conhecia um pouco da Arte, e queria pensar nela, ou quem apenas queria viver a cultura da música, aliada a uma expressão corporal e artística.

Foram tempos muito bons, Sérgio e Jataí devolveram-me a minha vida numa altura muito difícil para mim. Feliz ou Infelizmente houve escolhas que tiveram de ser feitas e ela ficou em "stand-by", nunca me abandonou e de vez em quando ainda me visita através de amigos, imagens, sons, coincidências... Hoje foi mais uma das suas visitas... Algum dia voltarei à minha dama? Não sei, sei o início da uma história... mas muito ainda está por escrever... Axé!


nota: Vejam o site Jurássico da Academia Jataí Capoeira, feito por mim (1999).

terça-feira, 19 de maio de 2009

Ui...

Ui... A vida de pernas para o ar... a que é que nos agarramos quando tudo parece mudar à nossa volta? O que é que pensamos quando discordamos do que pensamos pensar? A quem é que contamos o segredo do nosso melhor amigo?

domingo, 17 de maio de 2009

Sozinho


Poucas coisas nos fazem pensar tanto sobre a vida como estar sozinho. O nosso lado sombra, esse amigo que nos presenteia com aquelas coisas que negamos a nós próprios, esse lado nunca nos abandona... ainda bem!... É preciso sentir cá dentro, é preciso que saia de dentro.

A cada dia cresço um bocadinho... doi! A cada dia estou mais perto de me aceitar como sou... doi! A cada dia descubro que está dentro de mim... doi muito!

Benção.

sábado, 16 de maio de 2009

Selah

"Para e contempla..."

imagem tirada de
http://www.officialbhuldahcompany.com/night%20pyramid.gif

Palavra que tem um efeito semelhante a Amen, embora sejam muito distintas. Selah representa a pausa para pensar, o silêncio que sublinha a música, aquele momento em que abres a tua mente e te religas à raíz, e portanto à essência das coisas.
(para complementar, consulte a wikipedia)

Ini Roots

Rasta Hair from http://andusimion.deviantart.com/art/Dreadlocks-46228698Esperei 4 anos para deixar crescer o cabelo, para que não mo cortassem quando fosse para a tropa... Nunca fui chamado para cumprir o Serviço Militar. Quando deixamos, o medo domina a nossa vida, e vivemos na insatisfação e na espera.

Mas todos os dias crescemos mais um pouco. Todos os dias o Amor e o Medo, o Cosmos e o Caos se degladiam, e dessa dialética nasce a Luz, o Movimento. É quando deixamos que um dos lados domine sobre o outro que surgem as Trevas.

Lutei contra o medo e entreguei ao Jahniverso o Alfa e o Ómega. As coisas fluiram, o medo não desapareceu mas transformou-se nos muitos obstáculos que pavimentam o meu caminho, mas hoje esses esbatem-se na minha memória e para trás vejo apenas o amor e as lições que aprendi.

As histórias nunca acabam, continuamos a escrevê-las e por isso os desafios também. A cada dia Jah acha-me digno de ultrapassar novas barreiras mais altas, mais poderosas... mais interiores. Agora tocam a minha essência perguntam-me quem eu sou e porque caminho aqui.

Lembrarei que o Caminho é o Tao de cada um. Uma Viagem de conhecimento, poesia e experiência, ascensão e queda, luz e sombra, sorriso e choro. Agradeço a Jah por tudo o que me abençoa. A hora é chegada para o Caminhante liderar a sua marcha.

Obrigado a todas as almas que cruzam o meu caminho, porque sem elas não seria nada... vocês são Luz. Selah

Quero Ver...

Por vezes imagino
Uma escada que desce
Olho para as sombras
Não há luz, mas sinto-as lá
Não posso fugir das sombras
Não posso apagár
Será que posso ...
Abraçar e aceitar?
Poderei ligar as luzes
E regogizar-me com as sombras que me mostram
Tudo o que eu quero ver

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Doentinha mas...

Doentinha, mas muito chatinha, é como eu definiria a minha filhota hoje... Nada estava bom para ela, tudo parecia dar origem a uma crise de choro, eu... fazia sempre a coisa errada na altura errada, ela recusava-se a dizer o que se passava, mudava de humor constantemente, mandava.-me embora, apenas para me pedir colo 30 segundos depois...

Definitivamente a minha filha está a aprender muito rápido a ser muito mulher! Quase nos 5 anos! Parece que até sinto os cabelos brancos a arrancarem-se a si próprios de desespero de pai adolescente (isto se durar até lá! lol).

Lilypie 5th Birthday Ticker

Criança é maior benção de Jah.

sábado, 9 de maio de 2009

Twittices

Estou à procura de uma melhor integração entre o twitter e o meu blog, a verdade é que o twitter publicita o que quiseres para quem quiser ouvir, mas tem um problema, és tu que tens de escrever... e o que eu queria era que cada vez que eu alterasse o meu blog, ou a minha página, que isso se visse reflectido no twitter... encontrei este twitter feed, que ainda estou a ver como funciona... talvez seja isto que estou à procura!

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Mudanças

A vida é cheia de mudanças, umas boas outras nem por isso, mas as mudanças que ocorrem no nosso mundo são sempre oportunidades de nos reflectirmos, de sabermos quem somos e quem queremos ser. São uma chance de nos reconectarmos com aquilo que é importante para nós e reafirmarmos o ser que nascemos para ser.

Sinto que não estive à altura do que me aconteceu, mas também sei que as coisas acontecem-nos sempre na altura certa. Muitas vezes não sabemos o que Jah pretende que aprendamos, mas a lição é sempre oportuna, outras vezes achamos que temos de aprender A quando a verdadeira lição é B.

Espero que amanhã consiga olhar para hoje e saber que estou a aprender. Há lições que nos drenam.
Para o bem de todos!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Kohndo "Dis moi ce qu'elles veulent"

Para curtirem, vindo de França, um senhor no mic, com uma produção impecável (terá o 20syl algo a ver com isto?). Check it!



Rastafari by RasIene (part 2/2)

April 22, 2003, Rastafari Speaks Reasoning Forum

Precepts of Rastafari
We are basically vegetarian. Abstain from: Swine (Pig) Meat, Cow Meat, Goat Meat, and any form of flesh eating. In some cases some of our brothers eat scale fish only* Abstain from Liquor, beers, and other mood changing drinks, in most cases most Rastas do not drink sodas, candies, sweets or use salt, if so it is done sparingly. However, in some instances natural wine may use where health is concern. Harm not yourself or your Sistren or Brethrens, do not put yourself in situation where you become trap or ridicule by the system of Babylon. That is do not mix with people who will bring harm or evil to you. Rastafari do not preach instead I and I teach: Love, The Messages Of Haile Silassie I, health, reasoning to resolve disputes, self government, and right thinking using only positive language. For example, Rastafari use words like Forward, Overstand, Sight up, Livity. These words signify coercions, Kingly and Queenly thinking.
Rastafarians do not believe in using sharp instrument to round the corners of one's head, Tattooing, or marking one's body for fun and pleasure. Do not participate in modern day pleasures and that is definable by the Rases. In your case it could mean you should not be putting on makeup, cutting your body parts to improve it looks for pleasure only; unless where medical concern is required. It could mean also, you must not be carrying yourself around to cause lust upon yourself when not merited, showing your body to the public just to stimulate wantonness, lust, self worship or to bring harm*.
Our help is to our Sistrens and Brethrens the Rastafari family first then others in the universe. That is we must always hold the love and protection of the Rastafari culture, way of life, and people first. If a Brother or Sister needs help we must reach out to them without any scorn.

A minha leitura rastafari

Muitas vezes andamos à procura de nos definir, e nessa procura às vezes perdemos coisas essenciais, e andamos em círculos... mas na vida nada se perde, tudo se transforma, e um dia acabaremos por receber os frutos do nosso caminho!

Assim, para mim rastafari representa mais um dos pilares de quem eu sou. Se falarem comigo não me vão ver a fumar ganza, ou a pertencer a algum culto secreto, e muito menos ter bichos e cheiro fétido no meu cabelo. Inclusivamente se procuram rastas, comigo até poderão ficar um pouco desapontados, afinal de contas visto-me de maneira ocidental, trabalho numa grande instituição, sou psicólogo, etc... Será que sou rasta? Pois é, a primeira coisa que podemos pensar juntos é que o rastafari não se extingue naquilo que nós achamos que é, rastafari é mutável e evolutivo, e por isso quando o tentamos fixar, ele transmuta-se e surpreende-nos!

Mais concretamente, sinto rastafari como a expressão na diáspora de um desejo de voltar ao ventre materno arquetípico africano, o regresso ao Éden de onde fomos arrancados contra nossa vontade, o regresso triunfante a Zion depois das provações da Babilónia.

Muitas leituras podem ser feitas, desde as mais materiais, às mais místicas e simbólicas. Eu escolho pensar que este Êxodo é uma viagem interior ao nível psicológico e da identidade, com semelhança à circum-ambulação de Carl G. Jung (mandala), trata-se no fundo de encontrar a individualidade perdida, na síntese do reencontro entre a parte que partiu, e a que ficou!

Assim, o rastafari não é o africano, mas vem de lá e para lá retorna, diferente, mudado, acrescido, fechando o círculo da espiral do crescimento. No fundo nunca deixou de ser africano, mas para se conhecer, teve que abandonar África, separar-se violentamente do ventre materno, para durante uma vida fazer o caminho de volta.

A visão do rastafari que mais "tempo de antena" tem, acaba por descrever o "rastafarianismo" como:

"(...) a monotheistic, Abrahamic, new religious movement[1] that accepts Haile Selassie I, the former Emperor of Ethiopia, as the incarnation of God, called Jah[2] or Jah Rastafari."

(Um novo movimento religioso, monoteísta e Abraãmico, que aceita Haile Selassie I, antigo Imperador da Etiópia como a incarnação de Deus, chamado de Jah ou Jah Rastafari
)
tradução livre de Lopes

Esta foi também a visão que partilhei durante muito tempo, e que era ao mesmo tempo um obstáculo para que abraçasse mais fortemente a cultura rastafari. Não há dúvida que há raízes importantes na origem deste movimento, mas os seus preceitos paz, amor e fraternidade são comuns a todas as tradições religiosas, e se isso não me convenceu a trilhar outros caminhos porque trilhar este?

Por causa de África. Por causa da minha própria condição, exilado num país que não reconheço como meu e onde me sinto estrangeiro. Esta lacuna provoca um desejo, um desejo de conhecer o que me falta, e assim dou o primeiro passo. Hip Hop, basquete, capoeira, rituais, Luanda, música... vou pesquisando e juntando as peças do puzzle da Africanidade perdida, não sou angolano, porque a minha busca não é política mas antropológica, psicológica, social, étnica... sou... ou procuro ser... africano.

Este afrocentrismo pretende cortar com as histórias de vitimização e auto-vitimização, e recuperar a importância e a auto-estima de toda a humanidade, pois a Humanidade só poderá ser livre quando cada um dos povos, comunidades, grupos étnico, etc., puder erguer a cabeça em orgulho do seu passado e do seu legado. (ver H.I.M. Discurso às Nações Unidas em 1963)

A capoeira ajudou-me a traduzir rastafari para mim. Ambas africanas, ambas com grande influência católica, mas lutando para se libertar do opressor, esquecendo apenas por momentos que são mestiças, filhas do oprimido e do opressor, como deve e tem de ser.
Ambas são mais construídas pelas pessoas que as practicam do que por um líder eleito oligarquicamente que se apresenta como a palavra sagrada ou mandatado por Deus.

Anarcas por natureza, procuram devolver o poder àquele que practica, não há regras, a não ser paz, amor e fraternidade, que se resume tudo ao amor, amor a Deus, amor a mim próprio, amor ao próximo, amor à minha comunidade, amor a toda a minha família de seres vivos e não vivos.

Rastafari através de InI procura deitar abaixo as barreiras que separam os seres e reconhecer (namaste) a divindade que cada um tem pulsando em si.

Os locks são também uma parte importante, representam o deixar o cabelo natural e livre, sem ter que imitar os cabelos dos ocidentais, há muitas mudanças a ocorrer e eu sou parte delas, porque também levo a minha mudança comigo... e que grande é esta viagem... Joy in Exodus!