Início | Cantinho Rasta | Música no Rádio | Ras.Bhenda | Fotos | Contacto
Última actualização:

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Maravilhosas... Hoje e Sempre

Todas as pessoas em algum momento da sua vida já foram maravilhosas para alguém. Isto é um facto, tão verdadeiro como também, em algum ponto desse mesmo percurso já todas foram sacanas ou ruins. Luz e Sombra, Água e Fogo, Terra e Ar, cada ser é um todo e encerra dentro de si a dualidade, primeiro passo para a totalidade. [leia mais...]


Se cada um de nós é ambas as coisas, podemos escolher o que queremos lembrar de cada pessoa, podemos escolher quem é a pessoa que estamos a ver, e por isso essa pessoa pode ser maravilhosa ou terrível... Sendo assim para quê recordar os outros pelos erros que fizeram? Cada um de nós já tem erros que chegue, sem ter que arcar com os erros dos outros... assim, vou (tentar) lembrar o que de maravilhoso cada pessoa me deu...

[leia menos...]


Jah Bless!

4 comentários:

Mag disse...

Tão simples... e tão verdadeiro!
Todos somos, sim, feitos de contrastes, e ainda bem que assim é, ou não conseguiríamos perceber o que devemos reter e aquilo de que nos devemos libertar!
Ver os outros através daquilo que de bom nos deram requer muito, muito coração, a capacidade de perdoar e de não julgar (pelo menos não em demasia...), de abrir o peito e banhar as feridas. Não é fácil... mas a gratificação, o calor com que nos enche, a luz... valem a pena!
Todos os dias me tento levar mais além nesse sentido, ainda tenho muito que aprender... mas vou caminhando!

Sayuri disse...

Ai eu quero saber qual foi o meu maravilhoso contributo!! :)
Se calhar, é por lembrar apenas as coisas boas das pessoas que tenho dificuldade em 'largar' os sacanas da minha vida...o que te prece? :)

Andy disse...

Lopes, postei as fotos do jardim, nem viste!

Grande música! ;)
Bjinho

dinamene disse...

Belo texto, arrepiou-me pela sua verdade!

Concordo totalmente que devemos procurar o melhor dos outros e de nós mesmos! Os erros, as maldadezinhas, servem apenas para aprendermos o que não queremos ser!